Ursinho coração

Imagem
O Ursinho Do Meu Coração é um ursinho vovô muito sábio, com o coração sempre no lugar certo. Seja conselho ou apoio, ele sabe exatamente o que uma criança precisa para ajudá-la a compartilhar seus sentimentos. E ele traz na barriga o símbolo perfeito para fazer esse trabalho — um grande coração vermelho!

Uma matéria INFORMATIVA


Você quer fazer um casamento dos sonhos, com a sua parceira de pés lindos e com o universo da podolatria como tema?

Então pense em se casar em Taiwan. 

:::::::::::::::::::::::::::: texto by doug dink

Foi construído no sudoeste da província chinesa uma igreja em formato de um grande sapato de salto, de cristal.

A ideia da construção além de causar um impacto de elegância é também para combinar com a tradição do país. Na tradição, a noiva usa salto alto no dia do casamento e deve pisar e quebrar telhas pelo chão, para só então pisar em sua nova casa, junto da família do noivo.



Nesse ritual está simbolizado o fim dos infortúnios do passado e prospecção para uma vida melhor.

Vale lembrar que os chineses representam uma comunidade de podólatras bastante presente pela internet. Há inúmeros videos e sites especializados no fetiche aos pés femininos e que são de origem asiática. Também é sabido que uma das supostas origens para o hábito de se admirar os pés é atribuída aos chineses devido a uma tradição milenar e cultural do país em que as mulheres com pés pequenos eram consideradas mais nobres e belas. 

Conta a história que essa tradição surgiu a partir do decreto o imperador Shang, depois que sua filha teria nascido com os pés pequenos e deformados. Para evitar o constrangimento da criança, ele impôs a condição de que as mulheres da aristocracia deveriam ter os pés pequenos e logo a maioria das famílias mais ricas começaram a colocar ataduras nos pés das crianças durante a fase de crescimento.

Porém, infelizmente o resultado era, em sua grande maioria, mais mulheres com os pés deformados e com estrutura óssea atrofiada.
(Os pés pequenos ainda são cobiçados até hoje)


Mais adiante, durante a dinastia Song, também há relatos de que o imperador teria decretado um tamanho de 8 centímetros como ideal para o pé feminino. Aqui o esclarecimento está diretamente ligado a sedução dos pés. A história conta que o imperador Li Yu teria ficado fascinado e seduzido com os pés de uma dançarina que conseguia fazer uma curvatura muita acentuada com os pés para imitar o formato de uma lua, durante uma dança chamada “dança de lótus”. 




Encantado pela dança e pelos pés o imperador ditou como padrão para todas as mulheres do reino o mesmo tamanho dos pés da dançarina na posição de arco e a tradição de cuidar dos pés para mantê-los no tamanho designado ficou conhecido como “pés de lótus”.


Só em 1912 que o governo chinês impôs uma multa para quem ainda praticasse tal ritual entre as crianças mulheres na família, considerando que a obrigatoriedade desse conceito estético era insana e evidentemente prejudicial.

Nos dias atuais o fetiche aos pés felizmente sobrevive sem nenhuma regra estética. Há gostos dos mais variados em relação a tamanhos e formatos dos pés e o grande segredo para o prazer da prática está tanto na sedução anatômica, como na sua representatividade cultural e também na gama de pontos energéticos presentes em sua fisiologia, capaz de transmitir estímulos para todo o corpo quando pressionados ou tensionados corretamente. (refiro-me aqui a reflexologia dos pés, também descoberta pelos chineses).
Voltando ao assunto do casamento, de fato os chineses mereciam uma igreja com o conceito tão evidente de idolatria ao pé feminino e aos adereços que o cercam.

A igreja com o formato do sapato gigante possui 17 metros de altura e 11 metros de largura, e é composta por 320 peças de vidro na cor azul, que dão todo o charme especial.


Sua inauguração está prevista ainda para 2016, durante a primavera chinesa e evidente que muitos casais já estão se programando para entrar com o pé direito na vida em matrimônio, e fazer muitas fotos com o grande salto alto de fundo, afinal o interesse turístico também é um dos motivos de sua construção.

Tenho certeza que depois do casamento, em uma igreja tão sugestiva e após o ritual de pisar nas telhas, certamente que a noiva merecerá muitas massagens e carinhos nos pés durante a lua de mel.


:::::::::::::::::::::::::::: texto by doug dink

Postagens mais visitadas deste blog

Angélica e Carolina Kasting falam sobre internet

Massage feet - aprenda a fazer